top of page

Descubra o potencial de expansão no mercado global de castanhas!




Além de serem mundialmente populares, as castanhas são ricas em fibras e vitaminas e apresentam diversos benefícios à saúde. O Brasil é um dos principais produtores e exportadores de castanhas, sendo a Castanha do Brasil (Pará) e Castanha de Caju os carros chefes das transações feitas pelo país. Além disso, o mercado ainda exporta outros tipos de castanhas e nozes e o potencial do mercado mantém uma tendência crescente.  






A castanha do Brasil, chamada também de castanha do Pará, é um produto derivado da Amazônia e sua extração é uma das atividades mais importantes e tradicionais da região, visto que impulsiona o desenvolvimento social, a geração de renda, e impacta a sustentabilidade ambiental da região.  Apenas o Brasil, a Bolívia e o Peru extraem esse tipo de castanha, e, apesar de o Brasil ser associado a ela em todos os idiomas, ainda assim não lidera o mercado global de exportação de castanha. Segundo o Comex Stat, as exportações da castanha do Brasil em 2023 tiveram como principais destinos o Peru, a China e a Bolívia, respectivamente.  


Diante disso, se tem buscado a expansão da participação do Brasil nesse mercado.  Um  estudo foi realizado em fevereiro do ano passado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e identificou o sudeste asiático como a região com maior potencial para aumentar as exportações brasileiras de castanhas.  


No início deste ano, em busca de promover estratégias para gerar mais rendas para as comunidades tradicionais e locais, internacionalizar o setor  e diminuir os entraves da entrada no comércio exterior, as empresas produtoras de castanhas do Brasil se reuniram na primeira  Mesa Executiva de Exportação do setor no Pará. A  iniciativa  faz parte das ações do programa criado pela Apex, o Exporta Mais Amazônia, que visa impulsionar as exportações dos produtos nativos da região, buscando diminuir os entraves à exportação preparando as empresas da região para ampliar a presença no mercado internacional.


As mesas são realizadas mensalmente, reunindo não só as empresas, os representantes da ApexBrasil, mas também o Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), especialistas e outras instituições. No começo do mês de março foi realizada a segunda reunião da Mesa Executiva e, após uma análise de dados, foram votados os sete principais mercados de destino das exportações:  Estados Unidos, Reino Unido, China, Alemanha, Itália, França e Emirados Árabes Unidos. 


Se você é uma empresa de castanhas e está em busca de entrar no mercado  global ou expandir seus horizontes, a Líderi pode te ajudar nesse processo. Dentre nossos serviços, temos a prospecção internacional, em que identificamos leads internacionais e parceiros potenciais e auxiliamos no processo de negociação e fechamento da transação. Agende uma consultoria grátis com um dos nossos consultores. 



Fonte: Comexstat, Forbes, Mundo Agro Brasil, Valor Econômico, 







49 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page