top of page

RELAÇÕES COMERCIAIS BRASIL-UNIÃO EUROPEIA

Por Darlon Gomes


A relação entre o Brasil e a União Europeia remonta à Comunidade Econômica Europeia desde 1960, marcando o estabelecimento de relações diplomáticas duradouras. Essa parceria possui uma forte conexão com questões econômicas. Atualmente, a União Europeia ocupa a posição de segundo maior parceiro comercial do Brasil, resultando em uma movimentação de aproximadamente € 92,9 bilhões em trocas comerciais no ano de 2022. É importante destacar que o Brasil obteve um superávit de € 6,9 bilhões nessa relação, o que ressalta a relevância das exportações brasileiras para o mercado europeu.



Fonte: União Europeia


A cooperação estratégica entre Brasil e União Europeia demonstrou seu vigor com um notável aumento de aproximadamente 76% no comércio bilateral entre os anos de 2020 e 2022. Esse crescimento expressivo ressalta o fortalecimento das relações comerciais entre os dois parceiros.


O Brasil é reconhecido pela União Europeia como o principal exportador individual de produtos agrícolas. No ano de 2022, as exportações brasileiras atingiram um valor expressivo de € 49,9 bilhões, sendo caracterizadas por uma ênfase em bens primários. Dentre os produtos agrícolas mais significativos, destacam-se:


  • Petróleo bruto;

  • Café;

  • Soja;

  • Cagaço de soja;

  • Milho.


Por outro lado, as importações brasileiras provenientes da União Europeia estão predominantemente relacionadas a máquinas, equipamentos e produtos químicos. Essa diversificação de importações reflete a demanda do Brasil por tecnologia e maquinário avançado para impulsionar seu desenvolvimento industrial. No ano de 2022, destacaram-se os produtos:


  • Gasolina;

  • Cloreto de potássio;

  • Vacinas;

  • Outros produtos imunológicos.


Um acordo entre Mercosul e a União Europeia tem o potencial de impulsionar ainda mais essa colaboração. O Acordo UE-Mercosul, cujo objetivo é facilitar o fluxo de produtos entre os blocos, é considerado o maior pacto de livre comércio do mundo. Abrangendo cerca de 780 milhões de pessoas e correspondendo a aproximadamente 30% de todas as transações comerciais globais, esse acordo possui um alcance significativo.


Um estudo realizado pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) revelou que o PIB brasileiro poderá crescer em até 87,5 bilhões de dólares nos próximos 15 anos. Essa cifra pode chegar a 125 bilhões de dólares caso as barreiras não tarifárias também sejam reduzidas. Além disso, prevê-se um aumento nos investimentos e no volume de exportações para a União Europeia.


Essa perspectiva positiva reforça a importância do acordo para a economia brasileira, abrindo portas para um crescimento significativo e fortalecendo ainda mais os laços comerciais entre o Brasil e a União Europeia.


Você tem interesse em exportar para a União Europeia?


A Líderi Júnior disponibiliza soluções que te auxiliam a entender as oportunidades internacionais para o seu negócio, por meio de estudos de mercado, análise de conjuntura, logística , planejamento burocrático, prospecção internacional e cadastramento no Radar SisComex. O apoio de uma consultoria internacional é o diferencial para conseguir sucesso nesse processo. Agende um diagnóstico gratuito com um de nossos consultores.







Fontes: União Europeia, Ministério das Relações Exteriores, Comex Stat, dw.com


22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page