top of page

Relações Comerciais Brasil e EUA

Por: Maria Luiza Fonseca


Para aproveitar as oportunidades de negócios com os Estados Unidos, e alcançar um dos mercados mais promissores do mundo, é preciso entender melhor sobre sua relação com o Brasil e sobre a demanda de produtos no país. Para te ajudar a entender melhor esse panorama comercial, trouxemos uma análise dessa parceria.


Quando se trata de comércio internacional, é importante que sejam apresentadas as trajetórias da balança comercial e a composição da pauta exportadora e importadora de um país em relação a outro. As relações comerciais entre o Brasil e os Estados Unidos atingiram o seu maior nível desde a balança comercial de 1997, em setembro de 2021, totalizando US$ 49,6 bilhões de dólares. Onde as exportações brasileiras cresceram 47,1%, enquanto as importações tiveram alta de 29,8%, ambas com valores recordes, reforçando as trocas positivas entre os dois países. Tornando os Estados Unidos o segundo maior parceiro comercial do Brasil.


Atualmente, os Estados Unidos é o segundo maior parceiro comercial do Brasil, atrás apenas da China. O Brasil e os Estados Unidos são as maiores economias das Américas, o que reflete diretamente em seus laços econômicos. A partir da perspectiva do Brasil, os EUA é o principal mercado para as nossas exportações de manufaturas, e os principais bens exportados foram, os óleos combustíveis; petróleo bruto; turborreatores; aviões e veículos aéreos no geral. Cerca de 80% das nossas exportações para os EUA são de produtos da indústria de transformação, US$25 bilhões, em 2019. E os principais produtos exportados com destino ao país foram os produtos semimanufaturados de ferro ou aço não ligado e outras ligas de aço que tiveram crescimento. E essa relação bilateral avançou nos últimos dois anos, apesar da pandemia, por causa da implementação de medidas, em áreas como facilitação de comércio, boas práticas regulatórias, nova Lei Cambial, infraestrutura e crescimento sustentável.




Destaca-se também que os EUA é o principal mercado para as exportações de serviços brasileiros. Em 2020, quase metade de tudo que o Brasil exportou nesse segmento foi para os EUA, totalizando mais de US$8 bilhões em serviços técnicos, financeiros, serviços de TI e comunicação, entre outros. Sendo válido ressaltar, que pelo fato dos EUA ser o maior mercado consumidor do mundo, o país é um grande atrativo para qualquer empresa que busca se internacionalizar, precisamente se seu produto for indispensável para esse mercado. E colocando em perspectiva, os EUA importaram, no ano passado, US$2,4 trilhões, quase duas vezes o PIB do Brasil. Comprovando a fama que tem, maior consumidor mundial.

E agora que você já tem as principais informações sobre um dos principais parceiros comerciais do Brasil e gostaria de importar e exportar sem se preocupar com muitas burocracias e contar com a eficiência e agilidade de uma consultoria? A Líderi Júnior disponibiliza soluções que te auxiliam a entender as oportunidades internacionais para o seu negócio, por meio de estudo de mercado, análise de conjuntura, logística e planejamento burocrático. Agende um diagnóstico gratuito com um de nossos consultores. Entre em contato conosco hoje mesmo!



Nossa paixão é te levar mais longe!


Fonte: ComexStat; FazComex; Gov.


17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page