top of page

Setores Exportadores brasileiros

Atualizado: 17 de fev. de 2023

Por: Líderi Jr.


Qual a hora certa para começar a exportar? O que deve ser levado em consideração antes de tomar tal decisão? Seria esse um investimento válido no momento atual? Essas são apenas algumas das questões que devem ser consideradas quando há intenção de se inserir no mercado internacional. Portanto, é cada vez mais necessário direcionar uma atenção especial às variações do comércio exterior, visto que, no cenário atual, ele passa por mudanças e adaptações extremamente diversas e constantes.


Quando o assunto são as exportações brasileiras, é evidente que o setor do agronegócio é um dos maiores destaques, sendo ele responsável por metade do total de produtos exportados pelo Brasil. Estima-se que as exportações do agronegócio nacional alcançaram o equivalente a US$9 bilhões no mês de agosto deste ano, valor esse que, vale ressaltar, foi impulsionado em 16,5% em comparação ao ano anterior, além de ter aumentado 7,8% quando considerado isoladamente os valores alcançados no mês de agosto dos dois anos. Isso significa que o mercado, apesar das dificuldades, encontra-se mais aquecido do que nunca e, para a surpresa de muitos investidores, tem se recuperado de forma altamente positiva.


Segundo o Ministério da Agricultura, uma parte significativa do valor alcançado é referente à comercialização da soja em grãos e do açúcar da cana, tendo o primeiro arrecadado cerca de US$2,21 bilhões e o último US$960 milhões nos valores exportados. Nesse cenário, a China é um dos principais importadores dos produtos mencionados, considerando que aproximadamente 75% da produção da soja em grãos brasileira foi destinada ao país neste ano.


Ademais, aqueles que fazem parte do setor secundário da economia também têm motivos para se animar. Apesar de não ter apresentado crescimento expressivo nas exportações, as notícias positivas do setor vizinho podem indicar um futuro promissor para aqueles que desejam expandir seu negócio, especialmente nos setores de alimentos e bebidas industrializadas, cujas tendências só têm aumentado nos últimos anos. Tudo isso adicionado aos recordes na balança comercial brasileira, que apontam um aumento expressivo das exportações em detrimento das importações, são ótimos indicadores do que está por vir.


É notável, então, que a economia brasileira vem se recuperando aos poucos, em grande parte devido à visão de mercado dos exportadores brasileiros. Como dito pelo diretor-geral da Organização Mundial do Comércio, Roberto Azevedo, ainda no início da crise do COVID-19, a saída para os problemas gerados na pandemia é a cooperação internacional, portanto, apenas trabalhando em conjunto os mercados poderão crescer de forma sustentável. As oportunidades de integração no comércio exterior são, mais do que nunca, gigantes e cabe às empresas fazerem parte desse desafio.


Quer se inserir no mercado internacional? A Líderi Júnior disponibiliza soluções que te auxiliam a entender as oportunidades internacionais para o seu negócio, por meio de estudos de mercado, análise de conjuntura, logística, planejamento burocrático e prospecção internacional. O apoio de uma consultoria internacional é o diferencial para conseguir sucesso nesse processo, agende um diagnóstico gratuito com um de nossos consultores.



Nossa paixão é te levar mais longe!



Fontes: Secretaria de Comércio e Ministério da Agricultura


58 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page